Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Rio Verde (MS) sedia festival ‘Bonito Blues & Jazz’ com atrações variadas

A cidade de Rio Verde (MS) será palco do festival ‘Bonito Blues & Jazz’ a partir desta quinta-feira (30), reunindo artistas regionais, nacionais e internacionais até sábado (1º). O evento contará com uma série de apresentações, totalizando 15 atrações musicais na Pousada Quedas D’Água. O festival deste ano presta homenagem a dois músicos importantes: o baterista João Bosco, fundador das bandas Euphoria, Alta Tensão e O Bando do Velho Jack, e o guitarrista e vocalista Greg Wilson, da banda Blues Etílicos, falecido em janeiro. As apresentações serão realizadas em dois locais distintos na cidade. Originalmente realizado na cidade de Bonito (MS) por uma década, os organizadores decidiram transferir o evento para Rio Verde, uma cidade que está em proximidade com vários destinos turísticos, incluindo Coxim, Rio Negro, Corguinho, São Gabriel do Oeste, Pedro Gomes e Camapuã. A mudança visa atrair um público diversificado e proporcionar novas experiências. Confira a programação detalhada: na quinta-feira, Gabriel Roque de Rio Verde e Rangel Castilho de Aquidauana se apresentam às 18h na Praça das Américas, seguidos por Sandro Nunes, Marcos Assunção e Rafael Abdalla às 21h na Pousada Quedas D’Água. Na sexta-feira, o Crossroads Duo e Coice de Mula tocam às 18h, e às 21h, Último Gole, Barganha’s Band e O Bando do Velho Jack se apresentam. No sábado, Renato Mendes e Coquetel Blue iniciam às 18h, e Tupinamblues, Xime Monzon e Adriano Grineberg encerram o festival às 21h. Serviço:

A nova era das joias une sustentabilidade e inclusão

Joias e pedras preciosas sempre foram símbolos de status e feminilidade, imortalizadas por atrizes como Marilyn Monroe e Audrey Hepburn. No entanto, quase setenta anos depois de Monroe declarar que “os diamantes são os melhores amigos das mulheres“, o mercado de joias está passando por uma transformação significativa. Em 2021, a joalheria Pandora anunciou a suspensão da comercialização de diamantes naturais por razões éticas, substituindo-os por diamantes criados em laboratório. Pandora agora oferece diamantes sintéticos que possuem as mesmas características dos naturais, sendo classificados pelos padrões tradicionais dos 4Cs – corte, cor, clareza e quilate. A marca promove esses produtos como opções sustentáveis e acessíveis, refletindo a crescente demanda por práticas responsáveis. Em 2022, as vendas globais de diamantes sintéticos aumentaram 28%, atingindo US$ 12 bilhões, com previsão de alcançar US$ 18 bilhões em 2024. A mudança no comportamento dos consumidores está ligada à geração Z, que valoriza a sustentabilidade e a transparência nas práticas empresariais. Segundo o relatório “Edelman Trust Barometer 2022”, essa geração influencia significativamente os hábitos de consumo, com muitos jovens se engajando em ativismo social e político. Esse grupo prefere marcas que alinham seus produtos a causas sociais, impactando também as gerações anteriores. Um exemplo notável de adaptação é a marca M&M’s, que em 2022 reformulou seus personagens para promover inclusão e diversidade. As mudanças sutis nos personagens refletiram preocupações modernas, como a saúde mental e a igualdade de gênero. A geração Z, que busca autenticidade e conexões genuínas, responde positivamente a essas iniciativas, influenciando a maneira como as marcas se posicionam no mercado. A geração Z também molda o consumo de conteúdo digital, especialmente através do TikTok, que se tornou uma plataforma crucial para a pesquisa e a tomada de decisões de compra. Com uma forte presença nas redes sociais, esta geração valoriza a personalização e a expressão individual. Empresas como Avon têm explorado essa dinâmica ao colaborar com influenciadores, adaptando suas estratégias de marketing para se conectar com o público jovem e revitalizar sua imagem no mercado. Essas transformações no mercado de joias e na estratégia das marcas refletem uma mudança mais ampla nas expectativas dos consumidores, destacando a importância da sustentabilidade, da inclusão e da autenticidade na construção de relacionamentos significativos com o público.

Diversas cidades do interior de MS recebem shows gratuitos

Nos próximos meses, vários municípios do interior de Mato Grosso do Sul receberão artistas de renome nacional, proporcionando entretenimento de qualidade sem custo para o público. A maioria das atrações é do gênero sertanejo. Artistas como Hugo e Guilherme, Leonardo, Ana Castela e Aline Barros farão apresentações gratuitas em cidades próximas à capital. Confira a lista de show: Junho Maracaju – 159 km de Campo Grande Porto Murtinho – 438 km de Campo Grande Jateí – 265 km de Campo Grande Agosto Bonito – 260 km de Campo Grande Setembro Camapuã – 140 km de Campo Grande MS ao Vivo em Campo Grande Aproveite a diversidade de shows e programe-se para curtir a música de qualidade no interior do estado.

UFMS oferta aulas gratuitas de música para crianças e jovens

A Escola de Música da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em parceria com o Projeto Coral Infantojuvenil da UFMS (PCIU), está com inscrições abertas para aulas gratuitas de música. As vagas são destinadas a crianças e jovens a partir de 10 anos interessados em aprender violão, canto coral, ou instrumentos de sopro e corda, tanto para iniciantes quanto para intermediários. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de maio através do link disponibilizado pela UFMS. As aulas terão início no dia 6 de junho. Ao todo, são oferecidas 90 vagas distribuídas em quatro modalidades instrumentais, abrangendo desde o nível iniciante até o semiprofissional, além do coro de vozes masculinas médias. O preenchimento das vagas será feito por ordem cronológica de matrícula e, para as aulas instrumentais, é necessário que os alunos possuam e tragam seus próprios instrumentos. A iniciativa busca valorizar o ensino musical como parte essencial da formação intelectual dos jovens. A Universidade oferece a oportunidade de ensino instrumental por dois meses, incluindo leitura de partituras e execução instrumental, especialmente para aqueles que, por algum motivo, estão excluídos do ensino musical formal. Na página da Escola de Música da UFMS, os interessados encontram mais detalhes sobre o programa e podem realizar a inscrição.

Chico César abre 18º Festival de Cinema do Vale do Ivinhema

De 10 a 16 de agosto, Ivinhema recebe o 18º Festival de Cinema do Vale do Ivinhema, no Galpão das Artes. O show de abertura será com o músico Chico César e banda. A entrada é gratuita.O diretor do festival, Ricardo Câmara, anunciou que o tema do festival deste ano é “Rio Ivinhema – 25 anos do Parque”. O festival terá sede em Ivinhema e contará com ações em Nova Andradina, Angélica, Novo Horizonte do Sul, Campo Grande e no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema em Jateí. A curadoria está a cargo do cineasta Joel Pizzini. O festival contará com mostra competitiva de curtas-metragens, mostra competitiva de longas-metragens e oficinas de conhecimento audiovisual. Ainda haverá apresentações culturais e exposição itinerante de fotos. A grande homenageada este ano é Helena Meirelles, que tem seu centenário celebrado em 2024. As ações ocorrerão no Galpão das Artes da Fundação Nelito Câmara em Ivinhema. Haverá um workshop e uma apresentação de filmes nas demais cidades e no Parque. A exposição de fotos, produzida pela fotógrafa Elis Regina Nogueira, percorrerá os municípios da região. O lançamento contou com a apresentação do Pantanal Group, no quarteto comandado pelo maestro Ernesto Queiroz e os músicos Gleison Ferreira, Philip Andara e Marcelo Gerônimo. Durante a semana do lançamento, aconteceram duas oficinas, uma com o cineasta Renan Braga sobre edição e outra com a atriz Beatrice Sayd sobre interpretação.O show com o músico Chico César e banda abrirá as Mostras no dia 10 de agosto, sábado, às 19h30. Antes do músico, se apresentará a MC Anarandá. No dia 11, haverá a pré-estreia do filme Inventário das Várzeas, do diretor Maurício Copetti, filmado no Parque. Uma das convidadas confirmadas para o festival é a atriz Ana Ivanova, representando o Paraguai. O encerramento das mostras e atividades, exceto a exposição, será no Parque Estadual, em Jateí.